Blog

HULT

HULT

A Hult International Business School é uma escola relativamente pouco conhecida no Brasil, mas isso vem mudando devido a sua proposta de atender às necessidades de estudantes, empregadores e sociedade, em um mundo que está mudando mais rápido do que nunca.

Estive no campus de Dubai, mas a escola tem outros campi em cidades também muito influentes, como Boston, São Francisco, Londres, Nova York e Xangai. A Hult se define como “um novo tipo de escolas de negócios”. Para entender melhor o que isso significa, conversei com alguns alunos e com pessoas que trabalham por lá.

Geralmente, gosto de me encontrar com as pessoas mas, em meio aos tempos de isolamento social, nos adaptamos. Neste texto, só me encontrei pessoalmente com a Becky Ewen, que é a Diretora Regional na HultEmirados Árabes, e com o Alessandro Nardinelli, que fez o MIB (Master in International Business), em 2018.

“Estudar na HULT é a certeza de uma experiência internacional ímpar. O processo de aprendizagem inclui discussões intensas sobre cases, instiga o trabalho em grupo com membros de nacionalidades variadas (mesmo) e te desafia a achar soluções a problemas reais, junto de empresas reais. O melhor de tudo foi passar por esta experiência imerso em uma cultura completamente diferente, em São Francisco, Boston e Xanghai”, diz Alessandro, que é hoje Product Manager da AME Digital.

Alessandro Nardinelli, na China, no primeiro dia em que fez a rotação de campus. (Foto: Arquivo pessoal)
Alessandro Nardinelli, na China, no primeiro dia em que fez a rotação de campus. (Foto: Arquivo pessoal)

 

No campus de Dubai acontece Innovation Summit, que dura uma semana, e recebe todos os alunos de todos os programas de MBA daquele período, promovendo o que chamam de “capital social”, o conhecido networking.

Fernanda Thees com Becky Ewen, no campus de Dubai. (Foto: Arquivo pessoal)
Fernanda Thees com Becky Ewen, no campus de Dubai. (Foto: Arquivo pessoal)

 

Por vídeo, tive a oportunidade de conhecer a Thais Oliveira, Director of Students Success, que fica em Miami. Ela falou bastante sobre o capital social que os alunos têm a oportunidade de construir, e focamos mais no programa de MBA. Ela comentou também sobre a rápida adaptação da escola às necessidades dos alunos e do mercado, citando tipos de programas, tempo de duração e tempo de visto a que esse programa dá direito que, de acordo com ela, tem sido um fator decisivo para brasileiros que querem ficar mais tempo nos EUA.

– MBA full time de 12 meses: pode ter rotação entre os campi e faz com que o aluno se torne elegível a 1 ano de visto de trabalho; OPT nos EUA ou 2 anos em Londres.

– MBA + Stem, também tem duração de 12 meses, mas todas as eletivas precisam ser feitas em finanças ou business analytics. Esse programa dá direito a 3 anos de visto nos EUA.

– Dual Degree, que é composto do MBA + 6 meses para ter um segundo mestrado profissional,

– Executive MBA, que dura de 18 a 24 meses, com aulas presenciais uma vez por mês em um campus, por 4 dias.

– MBA virtual, com duração de 18 a 24 meses, é um programa de dois finais de semana por mês, virtual, mas com as aulas e discussões acontecendo em tempo real. Não oferece autorização de trabalho fora do país

Uma característica interessante das turmas, além da diversidade – em 2015 a turma do MBA de São Francisco entrou para o Guiness Book como turma de MBA com maior número de nacionalidades – é a média de idade, que gira em torno de 31 anos. Isso traz uma nova oportunidade para profissionais que querem fazer um modelo de MBA “tradicional”, mas que já passaram um pouco da média da maioria das escolas, que é de aproximadamente 28 anos. O valor do curso de MBA de 1 ano é US$ 76.200, e estima-se que o aluno vai precisar de aproximadamente US$ 28.000 para custos pessoais.

“Eu adoro meu trabalho na Hult pois tenho o privilégio de ajudar as pessoas a transformarem suas vidas. Eu sou uma ponte entre o sonho e a realidade. Um aluno nunca é o mesmo quando sai da escola. O Global One-Year MBA program dá aos alunos a oportunidade de aprender sobre si mesmos, sobre tecnologias e inovações disruptivas,sobre o futuro, sobre negócios e sobre o mundo.”

Thais Oliveira – Director of Students Success em Miami (Foto: Arquivo pessoal)
Thais Oliveira – Director of Students Success em Miami (Foto: Arquivo pessoal)

 

Além disso, Giovanna Sant’Ana, Director of Enrollment no Brasil, destacou a possibilidade de transformar o MBA internacional em uma oportunidade de autoconhecimento e realização pessoal.

“Eu costumo dizer que eu trabalho com sonhos. Acompanhar cada estudante nesta trajetória e ajudá-los a ter ainda mais sucesso é o que faz o nosso trabalho valer a pena. Existem muitos desafios, mas acreditar no potencial dos brasileiros e poder mudar o mundo através da educação, faz parte da empresa que somos!”

Como é estudar na HULT?

De acordo com os alunos que já frequentaram os campi da Hult, o clima da escola é bem informal e descontraído, além de ser colaborativo e diverso. A integração entre os alunos é estimulada desde os primeiros dias, com conteúdos sobre a cidade e o curso, para que todos comecem a se adaptar.

Já as aulas, são em formato de “mesa redonda”, mediadas pelos professores, com discussões abertas em grupo, e interação completa entre os alunos, sempre com respeito às diferenças de pensamento.

Entre as aulas, destacamos duas, consideradas imperdíveis:

1) Global Strategy: o professor Daniel Deneffe, que já foi eleito por vários anos seguidos como o melhor professor da HULT – e que também leciona na escola de extensão de Harvard, transmite seus conhecimentos e vasta experiência corporativa de forma inovadora e diferenciada.

2) Business and Global Society: baseada em casos reais, essa disciplina mostra como os negócios podem impactar (positiva e negativamente) sociedades mundo afora. A professora Joanne T. Lawrence é uma grande referência dentro da HULT. Ela se concentra no desenvolvimento de seus alunos para se tornarem líderes estratégicos e holísticos, capazes de aproveitar ética e efetivamente os recursos mundiais para alcançar objetivos sociais e econômicos.

Processo de Admissão na HULT

O processo seletivo é tradicional e bem parecido com o das outras escolas de MBA. Mas durante a entrevista, alguns pontos específicos são avaliados. São eles:

1) Criatividade e Inovação: suas experiências relacionadas a esse tema devem demonstrar como você usou soluções criativas para resolver problemas difíceis.

2) Pensamento de Crescimento: a discussão sobre esse tema visa avaliar seu nível de flexibilidade e resiliência diante de falhas e situações “negativas”.

3) Mentalidade Global: tem como objetivo verificar as suas habilidades de trabalho em equipe e à exposição a outras culturas. Suas experiências devem demonstrar quão bem você trabalha em equipe e se está aberto para aprender com outras origens e perspectivas.

Ana Menecucci - Associate Director of Enrollment(esquerda) e Giovanna Sant’Ana (direita). (Foto: Arquivo pessoal)
Ana Menecucci – Associate Director of Enrollment(esquerda) e Giovanna Sant’Ana (direita). (Foto: Arquivo pessoal)

 

Por que escolher a HULT?

Para quem está considerando fazer um MBA Internacional, a HULT apresenta alguns diferenciais:

1) MBA Global com apenas 1 ano de duração: para quem não quer ou não pode ficar fora do mercado, ou vivendo no exterior por 2 anos, o tempo de curso da escola é ideal.

2) Exposição global: diferente das típicas universidades americanas, 90% dos alunos da HULT são de diferentes nacionalidades. Em apenas 1 ano, você irá estudar e trabalhar com pessoas de dezenas de países diferentes, criando um networking global.

3) Programa de rotação global de campus: para os alunos, a HULT proporciona a experiência de viver um “intercâmbio” dentro do MBA. O programa de rotação entre os campi possibilita uma enorme exposição à indústria e cultura internacionais, o que não é possível quando se estuda em apenas um campus fixo.

International Culture Festival, onde alunos do mundo todo podem mostrar mais sobre seus países para os colegas. (Foto: Arquivo pessoal)
International Culture Festival, onde alunos do mundo todo podem mostrar mais sobre seus países para os colegas. (Foto: Arquivo pessoal)

 

Depoimentos

“Na Hult, vivi um ano de verdadeiro aprendizado. Foi um MBA super intensivo, durante o qual pude maximizar minha exposição internacional ao estudar em três campi diferentes (Boston, Londres e Dubai). Foi definitivamente um dos melhores investimentos que fiz em minha carreira. O MBA da Hult vai muito além da sala de aula: a diversidade de alunos é enorme (nas duas turmas do MBA de 2018 na HULT Boston havia pelo menos 42 nacionalidades diferentes dentre mais de 140 alunos) e a escola ensina muito além das disciplinas tradicionais como finanças, contabilidade, gestão de projetos, marketing, vendas, etc. Um dos diferenciais da Hult é o módulo de Leadership Skills, que se estende durante nove meses e ensina as Soft Skills que as grandes empresas mais procuram hoje: influência interpessoal, comunicação eficiente, pensamento adaptativo e colaboração em equipe. A Hult não mudou apenas a minha carreira; mudou a minha vida!”

Rodrigo Castro – Gerente de Projetos em Robótica Submarina na SBM Offshore (Principado de Mônaco) – MBA 2018 

Rodrigo Castro, no campus de Londres. (Foto: Arquivo pessoal)
Rodrigo Castro, no campus de Londres. (Foto: Arquivo pessoal)

 

“A Hult me proporcionou o real conceito de “empreendedorismo”. Respirei inovação durante toda a vivência no MBA, descobri a importância do “self” (autoconhecimento) e o mar de possibilidades para aqueles dispostos a conquistar.  Busquei na Universidade uma grande mudança em minha carreira, com um mindset voltado a posições corporativas, e sai com uma caixa de ferramentas de como ser a melhor versão de mim mesma! Professores, infraestrutura, alunos e cidades se fundiram em uma explosão de experiências que mudou para sempre minha forma de ser e interagir com o mundo. Hoje visto vários “chapéus”: Gerente Sênior de Projetos Internacionais, CEO da IBegin Idiomas, Coordenadora de Pós-Graduação e Professora de MBA, e agradeço a toda equipe da Hult, afinal, a experiência continua, pois nunca deixamos de ser um Hult Alumni.”

Line Meireles – Gerente Sênior de Projetos Internacionais na ART e CEO & Founder IBegin Idiomas – MBA 2015

Line Meireles – MBA 2015 (Foto: Arquivo pessoal)
Line Meireles – MBA 2015 (Foto: Arquivo pessoal)”Estudar na Hult International Business School foi um sonho realizado. A transformação do que lia e ouvia das pessoas, na realidade do convívio com centenas de estudantes de todo o mundo. Ser parte da comunidade da Hult é sinônimo de mergulhar em diferentes culturas e entender ao pé da letra o que é diversidade, como aprender que o que é diferente na verdade é uma oportunidade para crescimento e uma nova visão de mundo. Foi um ano imerso nessa realidade com noites sem dormir, diversos trabalhos em grupo, discussões acaloradas e engrandecedoras e novos amigos para toda a vida. Sem dúvidas, uma experiência de vida pessoal e de desenvolvimento profissional que deve ser explorada por todos que tem esse sonho e que compartilham de uma visão aberta e “fora da caixa”. ”

Leonardo Lins –  Diretor da Prática de Finanças da PwC México – MBA 2017

Leonardo Lins – MBA 2017 (Foto: Arquivo pessoal)
Leonardo Lins – MBA 2017 (Foto: Arquivo pessoal)

 

“Embora a Hult seja uma escola nova, a proposta educacional deles me chamou atenção. Além de oferecer o curso em um ano apenas, a escola oferece 5 campi para graduação.

Com tantas etnias, a Hult tem um dos MBAs mais internacionais do mundo. Eu  estudei com pessoas de mais de 50 nacionalidades diferentes e essa troca de experiências e construção de relacionamento foi a maior riqueza do curso.

A escola tem um foco enorme em habilidades comportamentais provocando todos os tipos de situações em grupo ou individuais para nos ajudar nas tomadas de decisões. Além disso, conta com um time acadêmico que não deixam nada a desejar para as Ivy Leagues. A cereja do bolo foi a formatura que reuniu 600 estudantes em Davos para uma semana de atividades no final do curso.

Hoje, quando olho para trás e vejo tudo que passei, consigo entender o crescimento que a escola me proporcionou. Inesquecível.”

Gabriela Goldenstein – Senior Brand Manager Nike – MBA 2015

Gabriela Goldenstein – MBA 2015 (Foto: Arquivo pessoal)
Gabriela Goldenstein – MBA 2015 (Foto: Arquivo pessoal)

 

“Na Hult tive um ano repleto de aprendizados. Fazer um intervalo intencional de um ano em uma carreira bem estabelecida não foi uma decisão fácil, mas o retorno do investimento superou minhas expectativas.

A Hult é uma faculdade moderna, conectada ao mercado e altamente diferenciada ao abraçar a diversidade em sua composição de alunos e professores. A Hult também faz excelente uso do fato de estar localizada em comunidades vibrantes (Boston em meu caso), tanto sob o ponto de vista acadêmico como sob o ângulo de negócios. Há incentivos e estruturas de suporte que facilitam a integração dos alunos a estas comunidades, multiplicando de forma substancial a exposição a experiências e conteúdos relevantes.”

Luiz Collier – Senior Director na Liberty Coca-Cola – MBA 2018

Luiz Collier – MBA 2018 (Foto: Arquivo pessoal)
Luiz Collier – MBA 2018 (Foto: Arquivo pessoal)

 

Para saber mais sobre a escola, clique aqui e confira a Hult Alumni Magazine.

*Fernanda Lopes de Macedo Thees fundou a Loite em 2007, onde trabalha com desenvolvimento de profissionais principalmente através do Coaching e MBA Prep. Mora em São Paulo, mas adora viajar, seja para Juiz de Fora para ver a família e amigos, ou pelo mundo

No Comments

Leave a Comment

Your email address will not be published.