MBA Admissions Interviews – Parte I

Por Fernanda Lopes de Macedo Thees

A Harvard Business School (HBS)  iniciou no dia 6 e encerrou dia 14 de outubro seu primeiro lote de convites para entrevistas, para aproximadamente 950 candidatos do Round 1, e junto com eles foi dado início à temporada das MBA Admission Interviews. Nesse primeiro momento outras escolas como Tuck e Columbia também já iniciaram suas etapas de entrevistas.

Com tanta ansiedade no ar sobre MBA Admission Interviews, sabendo que esse é só o início desta etapa, e que daqui pra frente a tensão tende a aumentar, vamos dedicar alguns posts a este assunto. Hoje em dia há alguns tipos de entrevistas entre open, invited, blind, non-blind, resume-based, behavioral-based, team-based, etc.— e diferentes escolas escolhem diferentes técnicas, mas algumas coisas são bem importante em todas, entre elas o autoconhecimento (o que não deveria ser um grande problema, tendo em vista que o candidato acabou de passar pelo processo de escrever os essays!), e fazer boas escolhas. Escolhas sobre que história da sua vida é melhor contar, escolha para o tema do team-based interview, escolha sobre fazer open ou invited, com pessoas do admissions ou alumni, e muitas outras. Cada uma delas tem um impacto diferente no seu resultado, mas é aquele tipo de decisão que, quando fez, está feita!

Open X Invited interviews

Algumas escolas como Tuck, Kellogg Northwestern, Emory, Duke e UNC Kenan Flagler, por exemplo, oferecem as chamadas applicant-initiated interviews, e é isso que elas significam. O candidato não precisa esperar ou passar pelo estresse de ser convidado para um entrevista. Ele pode simplesmente decidir que já quer ser entrevistado e marcar sua entrevista através do admissions, podendo inclusive aproveitar para fazer uma visita a essas escolas, visitar o campus, assistir a uma aula.

Embora algumas escolas usem este sistema, isso acontece apenas em uma minoria. Na maioria delas você precisa ter seus essays aprovados, e precisa esperar o famoso e-mail convidando para as entrevistas, mas isso não significa que você não possa visitá-las, participar de aulas, conhecer pessoas e tudo mais que vem nesse “pacote”. É claro que, mesmo nas escolas citadas acima, você só pode “se convidar” até uma certa data limite de cada escola, ou até as vagas para este tipo de entrevista serem preenchidos. Depois precisa ser convidado também.

Interessante notar que Kellogg tem o sistema de open interviews (ou applicant-initiated) só para os candidatos que já enviaram seu application, enquanto as outras são totalmente abertas. Qualquer pessoa passando por lá pode resolver entrar e ser entrevistada.

Aguardem a Parte II, em breve, onde falaremos sobre outras diferenças entre os tipos de MBA Admissions Interviews ou entre em contato conosco.